Logo_sinagoga
Logo_comemorativo
Slider_provisorio
Titulo_fotos

14/09/2013

YOM KIPUR 5774

No dia 14 de setembro de 2013 ou 10 de Tishrei de 5774 conforme o calendário hebreu foi celebrado “Yom Kipúr”, mais conhecido como o “Dia do Perdão”, data esta que é uma das mais importantes do judaísmo, sendo ela iniciada no décimo dia do mês de Tishrei (coincide com setembro e outubro), continuando até ao seguinte pôr do sol.

Na noite de ontem foi recitado brilhantemente por Jaime Freitag (Chaim) o tradicional “Kol Nidrei” (Todos os votos) que é uma declaração judaica que marca o início do serviço noturno de Yom Kipur e que permite aos presentes anular votos feitos e não cumpridos. Tradicionalmente os judeus observam esse feriado religioso com um período de jejum de 25 horas e oração intensa. Sob a observação do Líder Espiritual da Comunidade Israelita local, Sr. Berel Natan Engelman e com a participação de toda a Comunidade Israelita de Passo Fundo puderam então marcar o fim de um processo chamado “teshuvá”, que significa retorno ao bem ou arrependimento. Durante o Yom Kipur, as orações devem ser voltadas ao pedido de perdão do homem para D’us com relação aos pecados e transgressões que cometeu durante o ano e também o ato de pedir perdão anteriormente a esta data às pessoas que por ventura ofenderam ou pecaram, desta forma D’us poderá intervir com a expiação do pecado. O ato de jejuar não é visto pelos judeus como sofrimento e sim como distanciar o homem das necessidades corporais e aproximá-lo das necessidades espirituais. Muitos judeus no ato de jejuar o fazem também em prol das muitas pessoas que infelizmente não carecem de alimentos, os necessitados que rogam por um prato de comida para sua sobrevivência diária.

Um dos momentos mais esperados desse dia é o toque do Shofar, instrumento feito de um chifre de carneiro, em memória do carneiro que foi oferecido no lugar de Yitzhak (Isaac) filho do patriarca Abraão que se permitiu ser atado e colocado sobre o altar como um sacrifício a D’us.

Durante a celebração são tocadas várias vezes e com a energia e expectativa de todos os presentes foi possível realizar com muita propriedade pelo jovem Daniel Engelman, este que já é o Ba’al Tekiah (aquele que toca o Shofar) tradicional da Sinagoga pela sua experiência e sabedoria, momento esse que é de grande emoção para todos.
Os judeus ao ouvirem o som do Shofar devem concentrar-se completamente buscando tornarem-se pessoas melhores, pois a palavra Shofar vem da raiz hebraica shiper que significa melhorar, aprimorar.

Ao término do Yom Kipur, como se faz tradicionalmente nesta Sinagoga foi oferecido pelo presidente da Coletividade Israelita, Sr. Daniel Winik um coquetel de doces e salgados a todos os presentes esperando que haja festa e alegria, não perdendo de vista o fato de que o feriado é um dia santo de júbilo e com a saudação final a todos:
“Que você seja inscrito no Livro da Vida!”



Logo_sinagoga_rodape

2012. Todos os Direitos Reservados. Sociedade União Israelita de Passo Fundo/RS
Rua Gen.Osorio, 1049 , CEP 99010-140

Logo_comemorativo_rodape
Assina_criativitta