Logo_sinagoga
Logo_comemorativo
Slider_provisorio
Titulo_holocaustro

Resumo da História do Holocausto

Banner_holocaustro

No ano de 1933 ascendeu ao poder na Alemenha como chanceler o austríaco Adolf Hitler, que, em 1924 já publicara um livro intitulado "Mein Kampf", (Minha Luta), que continha idéias racistas, anti-semitas e sobretudo, a idéia de que o povo alemão pertencia a uma raça superior. Defendia a superioridade da Raça Ariana, em detrimento de todas as demais, consideradas raças inferiores, os sub-humanos. O desejo de Hitler era o de dominar o mundo através da força, subjugando nações e exterminando povos e raças consideradas inferiores.


Hitler era o líder do Partido Nacional Socilialista dos Trabalhadores Alemães, conhecido como Partido Nazista. Utilizando farta propaganda, os nazistas difamavam principalmente o povo judeu, que, longe de sua terra de origem, Israel, estavam espalhados por vários lugares do mundo, inclusive a Alemanha, onde viviam em normalidade, estudando, trabalhando, e contribuindo para o desenvolvimento da nação em que viviam.


Privados dos mínimos direitos como cidadãos, foram condenados a viver na penúria. Entre outras restrições, seus bens foram confiscados, foi-lhes proibido exercer profissões liberais; seus estabelecimentos passaram a ser supervisionados por comissários arianos e suas contas bancárias congeladas. Em 1938 as crianças judias foram proibidas de freqüentar escolas, os bens de todos os judeus foram confiscados. O ódio aos judeus foi incitado e elevado até sua máxima potência, eclodindo na noite conhecida como a Noite dos Cristais. Em 9 de novembro de 1938, membros do Partido Nazista com participação da população e conivência da polícia, fizeram com que sinagogas fossem depredadas, casas de judeus incendiadas, lojas pertencentes a judeus foram quebradas, saqueadas, rolos de Torah jogados nas ruas e queimados, judeus foram arrancados de suas casas e enviados para o campo de concentração de Dachau, perto de Monique, de onde nunca mais voltariam.


No dia seguinte, os nazistas culparam as vítimas, os judeus, pelos ataques, e foram condenados a pagar uma indenização de 1 bilhão de marcos. Em primeiro de setembro de 1939 Hitler invade a Polônia, dando início à Segunda Guerra Mundial. No ano seguinte, invadiu a França. Feriu a neutralidade da Holanda, Bélgica e Luxemburgo. A Alemanha nazista teve ao seu lado a Itália e o Japão, que ficaram conhecidos como "O Eixo". Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, China, e União Soviética ficaram conhecidos como os "Aliados". Foi a pior guerra da história da humanidade, que deixou um saldo de aproximadamente setenta milhões de mortos. Entre 1939 e 1945, judeus, homossexuais, deficientes físicos, anões, eslavos, dissidentes políticos, testemunhas de jeová, ciganos, deficientes mentais, foram alvos das maiores atrocidades que se possa conceber.


Dezenas de campos de concentração, ou campos da morte, ou ainda, campos de extermínio - o mais conhecido deles foi o de Auschwitz - foram construídos em toda Europa sob jugo nazista. Lá, os mais velhos, as crianças, ou os mais adoentados e fragilizados eram imediatamente executados. Os demais passaram a ter de trabalhar como escravos nas indústrias de toda a Europa, ou serviram como cobaias para experimentos pseudo científicos. Josef Mengele, no campo de Birkenau, injetou tinta azul em olhos de crianças, uniu as veias de gêmeos, deixou pessoas em tanques de água gelada para testar suas resistências, amputou membros de prisioneiros e coletou milhares de órgãos em seu laboratório. Realizava sessões de tortura submergindo em água gelada prisioneiros para observar as suas reações, matando-os por hipotermia. Os prisioneiros dormiam amontoados em galpões, eram alimentados com mínimas rações, e muitos morreram de inanição e doenças, como o tifo e a tuberculose.


Em 31 de julho de 1941 Hitler ordena que seja posta em prática a "Solução Final", idealizada por Adolf Eichmann, que determinava o extermínio do povo judeu através do genocídio. Heinrich Himmler foi o principal arquiteto do Holocausto, designado para coordenar os trabalhos dos campos de concentração. Os poucos judeus que ainda viviam confinados em guetos (o mais famoso foi o Gueto de Varsóvia) foram enviados em massa para os campos. Lá, foram despidos e colocados em grandes galpões fechados com falsos chuveiros no teto, que na verdade expeliam gases mortais, monóxido de carbono e Zyklon B. Seus corpos eram depois incinerados ou enterrados em grandes valas coletivas. Após anos de guerra sanguinária, os italianos renderam-se aos Aliados, em setembro de 1943. Em 7 de maio de 1945 o governo alemão rendeu-se. Hitler suicidou-se em seu bunker.


No dia 2 de setembro de 1945, o império japonês capitulou. Foi após o lançamento pelos Estados Unidos de duas bombas atômicas sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki. Do saldo de quase setenta milhões de mortos, seis milhões eram judeus, 65% da população judia européia, e 30% da população judaica mundial. O Holocausto vem do grego holos, que quer dizer todo, e kaustos, que significa queimado. Esse é o termo normalmente associado pela tentativa de extermínio do povo judeu pelo regime de direita fascista nazista. A palavra em hebraico associada ao Holocausto é Shoah, que significa, literalmente, "destruição, ruína, catástrofe". Hoje, são muitos os que se recusam a encarar os fatos históricos fartamente documentados e registrados em fotos, filmes, e simplesmente alegam que o Holocausto não aconteceu.


Daí a importância de revelar a verdade histórica a todos, e não permitir que o maior horror perpetrado por assassinos sádicos e fanáticos de toda a ordem, sejam esquecidos. É dever de todo indivíduo ter consciência do passado para permanecer sempre atento, evitando que eventos assim, em qualquer escala, venham a se repetir no presente e no futuro.





HOLOCAUSTO NAZISTA

Banner_holocausto2

Que possa você também como um bom ser humano que é, NÃO aceitar qualquer tipo de intolerância e discriminação.

Que possa você também como um bom ser humano que é, NÃO concordar e tão pouco calar-se diante de eventuais barbáries seja à quem possa estar sendo acometidas.

Que possa você também como um bom ser humano que é, poder envelhecer e deitar-se em seu leito tranqüilo e consciente de que jamais fez parte de tais brutalidades.



No dia 15 de abril foi mais uma vez celebrado esse momento triste e lamentável da história, acometida pela Alemanha Nazista e seus aliados apenas 70 anos atrás.


O Iom HaShoá VeHagvurá (Dia do Holocausto e do Heroísmo, em hebraico), é celebrado em 27 de Nissan, data oficializada pelo então primeiro-ministro israelense, David Ben Gurion, em 1959. O objetivo é não apenas manter viva a memória das vítimas do nazismo, mas também valorizar aqueles que lutaram e resistiram, como também fazer a história do Holocausto chegar ao conhecimento do mundo para que barbáries como esta não mais se repitam com nenhum outro povo.




Arquivos para baixar:

Download_icon Memoriais do Holocausto (Slides)


Download_icon Holocausto nunca mais (Slides)


Download_icon Breve resumo da história do Holocausto (Texto)


Download_icon A sobrevivente amiga de Anne Frank (Texto)


Logo_sinagoga_rodape

2012. Todos os Direitos Reservados. Sociedade União Israelita de Passo Fundo/RS
Rua Gen.Osorio, 1049 , CEP 99010-140

Logo_comemorativo_rodape
Assina_criativitta