Logo_sinagoga
Logo_comemorativo
Slider_provisorio
Titulo_fotos

01/05/2006

BAR-MITZVÁ DE DANIEL ENGELMAN

No dia 1º de maio de 2006 ou 03 de Iyar de 5766 conforme o calendário hebreu foi realizado
na “Sinagoga Abrahão Melnick” a cerimônia de Bar-Mitzváh de Daniel Engelman, filho de Berel Natan Engelman e Rivka Engelman. Momento muito especial e de fundamental importância na vida deste jovem que, a partir deste momento torna-se um membro maduro na comunidade judaica, pois acaba de atingir a sua maioridade religiosa com seus 13 anos de idade e encontra-se apto com muita responsabilidade junto aos seus atos para dar continuidade no seu judaísmo como requer e determina a lei judaica.
Momento de contemplação em que pela primeira vez é chamado para a leitura da Torá, livro sagrado dos judeus e que é conhecida como Pentateuco pelos cristãos e desde então poderá integrar o “minian” (quórum mínimo de 10 homens adultos para realização de certas cerimônias judaicas).
Sendo Bar-Mitzváh (filho do mandamento), ocasião mais importante na vida de um judeu e que chega quando ele atinge a idade para entrar na aliança com D’us e cumprir com suas Mitzvót-Mandamentos-Boas Ações.
Ao ser chamado para a leitura na Torá, teve como a Parashá (porção semanal da Lei-cinco livros de Moisés) Acharê Mot, o qual leu brilhantemente em hebraico para a alegria e surpresa de todos os convidados, sendo tudo acompanhado pelo Rabino Professor Ruben Luis Najmanovich.
Revestido com seu Teflin, nome dado a duas caixinhas de couro, cada qual presa a uma tira de couro de animal kasher dentro das quais está contido um pergaminho com os quatro trechos da Torá em que baseia o uso dos filactérios (Shemá Israel, Vehaiá Im Shamoa, Cadêsh Li e Vehayá Ki Yeviachá) que enfatizam a recordação dos mandamentos e da obediência a D’us.
Este momento lindo e tão significativo proporcionou a todos muita reflexão, pois aqui está simbolizando a continuidade de um povo que respeita suas tradições e busca alimentar a chama do judaísmo como fonte eterna de crença e fé em um único D’us de geração em geração.
Famílias como Ayzemberg, Baibich, Baril, Cotliarenco, Engelman, Figueiredo, Freitag, Kleiman, Kreisner, Kwitko, Maltz, Melnick, Medeiros, Najmanovich, Rudnitzki, Sandler, Schwetz, Szuchman, Viuniski,e Winik, além de outros amigos convidados estiveram abrilhantando esse evento.
Todos puderam saudar e cumprimentar o jovem Daniel com Mazál Tov! Expressão hebraica de congratulações pelo momento significante em sua vida.
Após a cerimónia dentro da Sinagoga, todos foram convidados para um jantar festivo, que culminou também com alguns convidados fazendo o acendimento das 13 velas em honra à data alusiva, dentre eles o seu Sandak (padrinho) Sr. Isac Baril e o atual presidente da Sociedade União Israelita de Passo Fundo, Sr. Daniel Winik e que também proferiu algumas palavras em relação ao ato, dado a importância de tudo isso tanto para o jovem barmitzvando, como para toda a Kehilá (comunidade) passofundense.
Outro momento alegre se deu na ocasião em que o jovem se sentou em uma cadeira e foi alçado, simbolizando aqui que esse é um momento único, diferente de todos os outros.
Ao ser perguntado qual o significado desse dia, Daniel respondeu: “Esse é um momento muito importante na minha vida, marca uma nova fase, poderei desde já participar de cada minian assumindo todas as responsabilidades dentro da religião em que eu pertenço “.
E para concluir e selar esse momento especial, aos judeus convidados foi presenteado um Sidur (Livro de Orações para Shabat e Festividades “Shemáh Beni Escuta Meu Filho”) que foi especialmente produzido e patrocinado pela Família Engelman para homenagear o tão esperado Bar-Mitzváh de Daniel Engelman.






Logo_sinagoga_rodape

2012. Todos os Direitos Reservados. Sociedade União Israelita de Passo Fundo/RS
Rua Gen.Osorio, 1049 , CEP 99010-140

Logo_comemorativo_rodape
Criação de sites passo fundo Criativittá